domingo, 18 de março de 2012

REFLEXÃO SOBRE O TEMPO



" Deus disse: '' Façam-se luzeiros no firmamento do céus para separar o dia da noite; sirvam eles de sinais e marquem o tempo, os dias e anos; resplandeçam no firmamento dos céus para iluminar a terra." E assim se fez. Deus fez os dois grandes luzeiros: o maior para presidir ao dia e o menor para presidir à noite; e fez também as estrelas. '' 1 Gênese - As origens.

O tempo: 
Dizem que tempo guarda todos o mistérios...
O tempo que tudo se vê...
O tempo que tudo se revela...
O tempo que tudo passa...
O tempo que  cura as mágoas da vida.

     Randler Michel

    É sabido por todos que a nossa contagem de tempo é a mais  pura criação da nossa consciência objetiva, com único propósito; o da organização das nossas atividades cotidianas.  Uma vez que no começo o homem compreendia apenas o dia e noite ou a luz e as trevas. Trevas no sentido de ausência de luz. O homem primitivo começou a observar o movimento da terra, interessou-se também pelo movimento dos atros. O relógio de sol foi a primeira ideia encontrada para realizar esta divisão. Consistia em um mastro fixado no solo que projetava a sombra do sol numa escala semi circular desenhada no chão.Não marcava horas mas apenas dividia o dia e a noite, tal como era no começo da criação.
   Com a constante procura por divisões de tempo mais ágeis, surgiu o relógio de água ou clepsidra como era conhecido e o relógio de areia ou ampulheta , por volta de 400 AC . A partir de então a medição do tempo passou a ter importância e controlar tarefas e competições, porém ainda não marcavam horas mas somente momentos especificos. A divisão do tempo em horas surgiu a partir do século XIV , com a invenção de um sistema uniforme de movimento chamado foliote , mas a grande conquista na precisão da divisão do dia em horas , foi conseguida por volta de 1600 , com a descoberta das leis que regem as oscilações pendulares pelo astrfisico Galileu Galile . Desde então o pêndulo substitui com inúmeras vantagens o foliote. Estima-se que os primeiros relógios portáteis surgiram por volta de 1500 contando apenas com o ponteiro de horas , somente em 1700 surgiram os primeiros mecanismos com marcação de minutos.
Os Ciclos Cósmicos
  Deste a invensão do relógio o homem passou a organizar a sua vida em função de um tempo cronometrado por ele. A luz e a trevas , passaram a ter a duração de 12 horas. O dia passou a ter 24 horas. Porém o homem esqueceçe que este ciclo de mensurar o tempo rege apenas a organização do plano material e não do plano espiritual. Você já deve ter ouvido dizer  que o tempo de Deus e diferente do tempo do homem. Em Eclesiastes 3.1 podemos ler: 

"Tudo neste mundo tem seu tempo; 
cada coisa tem sua ocasião. 
Há um tempo de nascer e tempo de morrer; 
tempo de plantar e tempo de arrancar; 
tempo de matar e tempo de curar; 
tempo de derrubar e tempo de construir; 
Há tempo de ficar triste e tempo de se alegrar: 
tempo de chorar e tempo de dançar; 
tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las; 
tempo de abraçar e tempo de afastar; 
Há tempo de procurar e tempo de perder; 
tempo de economizar e tempo de desperdiçar; 
tempo de rasgar e tempo de remendar; 
tempo de ficar calado e tempo de falar. 
Há tempo de amar e tempo de odiar 
tempo de guerra e tempo de paz. "
Eclesiaste 3, 1-8

    Há um tempo certo para cada estação do ano; primavera, verão, outono e inverno. Há um tempo certo para desabrochar cada espécie vegetal de flor e fruto, há um tempo certo do ingresso do Sol em cada um dos 12 signos do zodíaco. Há um tempo  ideal que cada planeta transitar por um dos 12 signos. Há  um tempo certo para almas nascerem e também deixarem o copo material e seguir a sua jornada evolutiva. Há um tempo certo para tomarmos decisões importantes e fazemos escolhas.


2 comentários:

Marcos Alexandre disse...

olá frater

parabens pelo blog e gostei muito dos texos

pp'.'

Marcos Alexandre disse...

olá frater

parabens pelo blog e pelos textos

pp