quinta-feira, 7 de setembro de 2017

VIBRAÇÃO AUSPICIOSA DA MÚSICA NO PROCESSO DA CURA


Orientação do Mestre Saint Germain para o preparo do ambiente físico para receber as energias dos Chelas. 
Tendo em vista que a absoluta maioria dos amados Chelas  que participam das atividades grupais estão ocupados trabalhando no mundo externo, e se veem obrigados a vir às reuniões diretamente de tal serviço, não é demasiado fazer-se ênfase ao papel que a música desempenha no aquietamento do mundo emocional do indivíduo, relaxando o corpo físico de detendo os padrões mentais que giram rapidamente. É assim que se repolariza a estrutura atômica do corpo dos estudantes, e os veículos através dos quais o Ser Divino de cada indivíduo  se esforçará por cooperar no serviço são preparados para o seu papel no mesmo, durante esse serviço. 
Então, a Hoste Angélica, sob a direção do Mestre Presidente, começa a tecer a estrutura espiritual com a própria substância e energia dos indivíduos do grupo. O tipo de música utilizada determinará a classe de Ajudantes Invisíveis, que serão atraídos para a atmosfera da reunião, os quais constituirão a invisível embora evidente audiência dos Seres Divinos, cuja as energias e assistência são ilimitadas para elevar a consciência dos membros não ascensionados do grupo, bem como para condensar as energias atraídas por eles mesmos para prestar serviços específicos para o bem da vida. 
Esses Seres Invisíveis constroem belos pensamentos-formas, e onde quer que o público participe de acompanhamento vocal à música, as formas internas serão revestidas pelas energias físicas de cada cantor, convertendo-se em um potente poder para sublimar energias de natureza inferior nos corpos dos participantes, bem como no local onde o serviço está sendo realizado. 
 Essas formas musicais são grandemente amplificadas pelos Anjos, pelos Devas da Música e pelos Construtores da Forma, e então são levadas aos hospitais, asilos e outros lugares onde há grande necessidade de mitigação de aflições físicas, mentais, emocionais e espirituais.


Nenhum comentário: