Inicio » » ASTROLOGIA:TERRA,FOGO, AR E ÁGUA

ASTROLOGIA:TERRA,FOGO, AR E ÁGUA


Por:Randler Michel

Na tradição astrológica os signos do zodíaco são classificados por elementos que os distinguem quanto a sua ação energética. São eles; signos de Terra, Fogo, Ar e Água. Cada signo do mesmo elemento formam um triangulo que interligam entre si com 120º chamamos de trígono. No mapa natal uma ênfase de planetas em um determinado grupo, irá mostrar como o nativo reage no seu dia a dia ás questões básicas da vida. Os Signos de Fogo e ar se complementam, porque para alimentar o fogo é preciso haja combustão- oxigênio (ar)O mesmo, para o signos de Água e Terra, em algum ponto da terra é que surgem as nascentes dos rios. São esses elementos estruturais, que em sintonia no mapa dirão muito sobre temperamentos, reações x ações executadas na vida de um nativo.

Os signos de Fogo Áries, Leão e Sagitário: Estão sempre dando o melhor de si. Há todo um espírito voltado para a liderança. Áries, leão e Sagitário são signos dinâmicos, criativos de destemidos. Excesso de planetas em signo de fogo no Mapa natal, poderá apresentar um tipo de personalidade inquieta, ousada, sempre querendo aprender coisas novas, enfrentar desafios na carreira ou no trabalho, mas também tendência a ser tornar impaciente e perderem o controle facilmente.
Os signos de Ar, Gêmeos, Libra e Aquário: Estão sempre em busca de sua liberdade, e de sua expressão social. Não toleram limites, sua energia é baseada na mente, no desejo de comunicar ao mundo - gostam de trabalhar com a inteligência e criatividade intelectual. São rápidos nos pensamentos. No mapa Natal, o excesso de planetas em signo de ar, diz muito o quanto a pessoa busca a liberdade e que precisa de espaço para poder atuar na vida e se desenvolver. Não gostam que lhe imponham limites de tempo ou ordem expressa. Podem ser dispersos e inquietos.
Os signos de Terra, Touro, Vigem e Capricórnio: Estão em busca da praticidade, concentram-se nos assuntos materiais, nos ganhos, na energia do trabalho. Buscam os prazeres que uma boa vida podem lhe proporcionarem. As pessoas que possuem o elemento terra em destaque no mapa, podem fixar raízes , terem dificuldades para aceitarem as mudanças – há tendência de concentrar apenas nas coisas que dão segurança a terem medo de enfrentar novos desafios, medo de perder a estabilidade. Porém são seguras e objetivas no que querem.
Os signos de Água, Câncer, Escorpião e Peixes: Estão em busca da realização dos seus sonhos e objetivos. Porém respondem ao mundo de modo emocional. Valorizam muito seus sentimentos internos, e ás vezes voltam-se de mais para o seu interior e esquecem da relação com os demais. O excesso de planetas envolvendo o signos de água no mapa, pode favorecer uma certa passividade em reagir as pressões do dia a dia . Podem se afogar nas suas próprias mágoas e ressentimentos que tendem a acumular dentro de si. O excesso de sensibilidade ou passividade atrapalha justamente na realização dos nossos sonhos e objetivos. Em contra partida favorece a intuição , a visão interior das coisas.

O ideal é que cada elemento, esteja em harmonia dentro do Mapa de Cósmo Análise Natal, Sendo assim sentimos o fluir da nossa vida. Podemos também aproveitar cada elemento estrutural do Mapa. Trabalhando falta ou excesso deste com mudanças de postura frente aos desafios do dia a dia. O excesso de ar por exemplo, pode ser aproveitado aceitando as mudanças, inovando o dia a dia com mais cultura, livros, interrelacionando mais com pessoas interessantes, agindo ao mesmo tempo de modo paciente com as pessoas, analisando mais ao invés ser mais impacientemente com outro. Aqueles que possuem no mapa a concentração no elemento água, podem trabalhar e valorizar mais seus sentimentos, palpites intuitivos, desenvolver na arte, nas ciências simbólicas. Podem procurar a canalizar isso nas relações com elemento terra – seu oposto – sair dos sonhos para a prática, a realização. Este é objetivo da astrologia – fazer as pessoas darem o melhor de si, trabalharem seus potenciais latentes, se auto descobrirem e deixar fluir a vida, junto aos ciclos cósmicos de maiores realizações.