quinta-feira, 29 de setembro de 2016

MEDITANDO COM AS DOZE VIRTUDES ZODIACAIS


A palavra “ virtude ” se origina do latim, que também é sinônimo de “potência” e significa força. No caminho do desenvolvimento, as chamadas “doze virtudes” estão incluídas nos ensinamentos esotéricos que podem ser praticados a cada mês do ano, acompanhando, portanto  o signo correspondente. Estes exercícios foram recomendados por Helena Blavatsky  e Rudolf Steiner conferiu ao estudo complementações.
Estudiosos recomendam a prática da meditação e reflexão  , trabalhando com  duas virtudes a cada mês. A reflexão e meditação irá despertar a consciência para  sintonia com padrões de energias  mais elevadas  e transformadora.

Período
Signo do zodíaco
Virtude
Virtude
22/03 a 21/04
Áries
      Devoção
Renúncia
22/04 a 21/05
Touro
Equanimidade
Progresso
22/05 a 21/06
Gêmeos
Perseverança
Fidelidade
22/06 a 21/07
Câncer
Altruísmo
Purificação
22/07 a 21/08
Leão
Compaixão
Liberdade
22/08 a 21/09
Virgem
Polidez
Cortesia
22/09 a 21/10
Libra
Satisfação
Serenidade
22/10 a 21/11
Escorpião
Paciência
Cognição
22/11 a 21/12
Sagitário
Controle da fala
Do pensamento
22/12 a 21/01
Capricórnio
Coragem
Redenção
22/01 a 21/02
Aquário
Discrição
Força meditativa
22/02 a 21/03
Peixes
Magnanimidade
 Grandeza do amor

Aqui irei contextualizar apenas algumas virtudes:
Segundo Rudolf Steiner, a falta de interesse, a admiração e a devoção  das pessoas  no mundo de hoje poderá se transformar em doenças para estas pessoas  em suas reencarnações posteriores.   Praticando a devoção, o agradecimento por tudo que nos acontece  aprende-se o valor agregado da renúncia.  No mundo materialista de hoje, o que significa sabermos renunciar a algo que talvez  tanto almejemos? Significa desistir desse algo com calma e sem rancor, raiva ou amargura.
A equanimidade ou equilíbrio interno poderá ser exercitado no plano do pensar, no sentido de aprendermos a pensar livres de preconceitos. Preconceitos, criam resistência para o progresso.
A persistência, a perseverança  são virtudes essenciais quando desejamos alcançar novos conhecimentos ou objetivos pessoais. 
O altruísmo significa volta-se para o outro ( lat. Alter ) Liberta-se do egoísmo e quando passamos a exercitar nas nossas relações pessoais o altruísmo e intensificamo-los, chegamos à compaixão; com-paixão sofrer junto com outro.

Hoje em dia muitos jovens rejeitam a polidez. O resultado é a grosseria que provém sempre de um sentido de superioridade intelectual e física em relação ao outro.  Boa parte das  pessoas hoje em dia  rejeitam a virtude da polidez, e  está tem sido a causa para muitos dos conflitos sociais. Falta de polidez, se traduz em falta de sensibilidade com outro, de ser mais empático.
Satisfação e serenidade.  Segundo os estudos de Rudolf Steiner, quando aceitamos o nosso destino, chegamos à satisfação interior.  Um exemplo simples de satisfação para os dias  atuais quando no Brasil temos mais de 13 milhões de pessoas desempregadas. Então para as pessoas que estão trabalhando, ao invés de queixarem deveriam agradecer. A  virtude da satisfação transformar o suor do teu trabalho em bênçãos!
 A paciência é a virtude que mundo atual necessita é importante para promover o desenvolvimento espiritual, e todo trabalho, toda relação com outro exige doses de paciência. Falta nos dias hoje a capacidade de saber o momento certo de ouvir  e o momento de falar ao próximo.
O que falta nos homens  é a virtude da grandeza do amor ao próximo.  Mesmo com tantas religiões e filosofias de vida  e espiritual apontando a necessidade do amor e do perdão como caminho da  salvação  para as almas , a  união espiritual , a paz profunda   tem permanecido distantes de muitos povos e nações. A magnanimidade ou grandeza da alma são as virtudes mais difíceis de alcançar pois exige o desprendimento das ilusões do plano material.

Para saber mais detalhes aconselho a leitura do Livro As Forças Zodiacais- Sua atuação na alma humana. Gudrun Burkhard- Antroposófica.

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

ABORDAGEM DA ASTROLOGIA: CAUSAL E METAFÍSICA




Por Randler Michel 


Abordagens da Astrologia
 Ignotum per ignotius,     obscurum per obscurius.    ( O desconhecido através do mais desconhecido, obscuro através do mais obscuro.)  Velho ditado alquímico.

A  questão: “ como funciona a astrologia?” pode ser abordada dentro de várias estruturas.  A astrologia quando vista numa estrutura causal, há um vasto e crescente conjunto de evidências que podem apoiar a sua validade. O autor e astrólogo Stephen Arroyo, em seu livro  Astrologia, Psicologia e os Quatro Elementos,  editora Pensamento, nos presenteia com a abordagem causal.. 
Segundo os estudos a astrologia  pode ser explicada  sobre o ponto de vista do condicionamento cósmico, o que se refere aos campos eletromagnéticos, delicadamente equilibrados e existentes no sistema solar e que  interage com o homem. Ainda sim, o homem mudaria seus comportamentos mediante as constantes mudanças de vibrações nos campos eletromagnéticos, uma vez que os planetas se movimentam e alteram as vibrações destes campos. Tais mudanças que podem ser sinalizadas através da análise trânsitos planetários sobre os planetas no mapa natal.
Ainda segundo os estudos, numa teoria de causalidade, a formulação aceita é  de Glynn (1972), Ele escreveu sua tese doutoral sobre a teoria das ondas eletromagnéticas, afirmou que uma explanação causal plenamente científica, da astrologia, não está fora do nosso alcance.  Bom  , mais ainda há um longo caminho  para tentar tirar a astrologia do banco dos réus. Como estudioso, nunca enfatizei o interesse em provar em métodos científicos  sua  validade, até porque tenho a seguinte opinião formada sobre o assunto. Eu  uso a astrologia para o autoconhecimento, e as informações extraídas do meu mapa natal , mapa de progressão  já estão de bom tamanho; já me ajudaram a realizar as melhores escolhas na vida, todas foram bem sucedidas. Para mim, já é o suficiente. A astrologia é um saber, um conjunto de conhecimentos simplesmente impressionante e está aquém dos 12 signos do zodíaco.
Porém lendo a teoria de causalidade proposta Glynn, como uma possibilidade de explicar a astrologia. Ficou mais ou menos assim:
Posições planetárias causam: Mudanças no campo vibracional ( dentro do Sol); causam :  Efeitos de ondas de Marés  (dentro do Sol ) causam  : Explosões Solares  ( erupções de gás do Sol) que causam : Ventos Solares ( partículas, vindas do Sol , golpeando a Terra) que causam: Alterações no campo gravitacional da Lua ( e de demais planetas) que causam: Mudanças na Ionosfera ( camada ionizada acima da Terra) que causam: Ondas Alfas sobre a superfície da Terra, que causam: aceleração do nascimento de crianças e sensibilidade a uma determinada energia planetária ( efeito natal). Ainda as ondas alfas causam: mudanças emocionais nos seres vivos. ( efeito conjunção ). Até aqui, foi extraído do livro escrito no ano de 1975. Não tínhamos tanto avanço em tecnologias para o estudo das explosões solares.
Hoje a ciência já provou os efeitos nocivos das explosões solares; para todos os seres vivos na Terra: Deixo na parte final, alguns estudos já publicados sobre os efeitos das explosões solares.

 Abordagem Metafísica, teosófica da Astrologia:

No meu ponto de vista não se trata apenas das explosões solares, a força gravitacional da lua e das  energias cósmicas que são emitidas pelos demais planetas em nossa direção.
Após anos de estudos dos ensinamentos da AMORC e Astrologia confesso que a minha definição para astrologia é muita clara; abrange o campo da metafísica a qual seria a abordagem mais aceitável, ou talvez tolerável entre os estudiosos e apaixonados por este conhecimento tão intrigante e  creio eu que  não desaparecerá do mundo tão cedo.
A questão é que ainda não estamos acostumados com ideia que fazemos parte do universo.  As pessoas em sua maioria não tem noção do espaço que ocupa. Quando falamos em planetas olhamos para céu, como se os planetas não estivessem do nosso lado, como se Terra, não pertencesse ao espaço. Se sentirmos na pele o calor dos raios solares, nosso corpo físico também sente e recebe outras radiações e nossos demais corpos, também recebem as influências planetárias.
Agora  eu posso falar no quest. da questão, é que o homem só se interessou em estudar o seu plano físico, o plano material. Porém não somos constituídos apenas do corpo físico, temos ai o copo astral, Mental Inferior, Mental Superior, Buddhico e Atmico e outros. Friso: " Portando  ciência do homem ficou muito limitada  no campo denso, material, no que homem pode perceber com os seus cinco sentidos físicos."   Portanto tentar comprovar a  veracidade da astrologia  que está aquém, dos cincos sentidos não encontrarão resultados satisfatórios algum.  
A resposta  da astrologia está no seu legado, na raiz dos  conhecimentos da metafísica, da teosofia, conhecimentos deixados pelos povos atlantes, lemúricos e rosacruzes do passado.

Estamos em pleno século XXI, e o homem  agora  que começa a se acostumar com a ideia de realmente possuir copos sutis de energia, aura, chackras e campos de consciência distintos. Conhecimentos já praticados há mais de 3.000 mil anos A.C.

Voltando agora na abordagem da estrutura causal: 

Ah, se o de Glynn (1972) soubesse sobre essas pesquisas:

O Satélite Soho

Tido como uma das mais importantes ferramentas de monitoração, ele atua numa posição intermediária entre a Terra e o Sol, com a função de detectar as explosões na superfície solar e avisar com antecedência a chegada de tempestades radioativas ao nosso planeta.

Mudanças no campo geomagnético afetam sistemas biológicos

Estudos indicam que o sistema biológico humano pode ser suscetível às flutuações no campo geomagnético. Além disso, também já foi comprovado que pombos-correio e outros animais migratórios, tais como golfinhos e baleias, cujas bússolas biológicas internas são compostas de magnetita, sofrem dificuldades em relação à orientação, durante períodos de tempestades solares.
O uso do magnetômetro


O instrumento instalado em satélites, como o Soho, mapeia o campo magnético da Terra em detalhes e indica sua intensidade, direção e sentido, tendo como referência a magnetosfera. Ele é tão preciso que chega a detectar a ocorrência das auroras boreal e astral, antes mesmo de suas luzes serem observadas da superfície do planeta. Mas, além dos satélites, há anos existe uma rede desses equipamentos em países que monitoram constantemente o efeito do vento solar no campo magnético da Terra.

Paz Profunda. 
Dedico ao amigos e frateres roscacruzes: Douglas e Ivan Mir

domingo, 28 de agosto de 2016

Autoconhecimento: Os signos de curam

  
O estudo original está no livro Os signos que Curam de Ronnie Gale Dreyer da Editora Pensamento, aqui realizei algumas adaptações e acrescentei algumas palavras-chaves.

Temos aqui á disposição duas tabelas astrológicas com palavras-chave referentes a cada planeta e a cada signo do zodíaco. Se  no seu mapa astral  o Sol, que representa a vitalidade básica, a saúde e a personalidade, estiver em Capricórnio, é provável que você seja disciplinado,  estruturado e calculista em sua escalada para o topo. Se no momento do seu nascimento a Lua estiver nesse signo, suas emoções também serão caracterizadas pelos traços do signo de Capricórnio, serão expressas com reserva. Já Mercúrio estando em capricórnio no seu mapa favorecerá o desenvolvimento de uma mente disciplinada e um discurso reticente. Já a posição de Vênus em Capricórnio indica que você leal e digno de confiança; E assim por diante siga o fluxo analisando a  simbologia de cada planeta bem como simbolismo de cada um dos 12 signos do zodíaco. Correlacione as palavras-chave das tabelas: Para cada planeta o autor separou três palavras chaves que mais evidenciam a energia destes e o mesmo para cada um dos 12 signos do zodíaco:

Planetas
Palavras- chave dos planetas
Sol
Vitalidade, individualidade e ego.
Lua
Emoções, hábitos e condicionamento.
Mercúrio
Comunicação, inteligência e agilidade.
Vênus
Amor, beleza e criatividade.
Marte
Energia física, agressividade e coragem.
Júpiter
Expansão, abundância e prosperidade.
Saturno
Limitação, disciplina e medo.
Urano
Originalidade, independência e rebeldia.
Netuno
Espiritualidade, imaginação e imaturidade.
Plutão
Intensidade, poder e mistério.
 Tabela 1- Planetas e as palavras-chave
Signos
Palavras-chave
Áries
Direto, aventureiro, impaciente e agressivo.
Touro
Prático, estável, sensual e teimoso.
Gêmeos
Loquaz, esperto, inquieto e indeciso.
Câncer
Emotivo, protetor, evasivo e controlador.
Leão
Orgulhoso, ostensivo, criativo e dramático.
Virgem
Analítico, trabalhador, confiável e crítico.
Libra
Justo, harmonioso, belo e indiferente.
Escorpião
Intenso, inflexível, resistente e destrutivo.
Sagitário
Idealista, otimista, filósofo e arrogante.
Capricórnio
Perseverante, estruturado, ambicioso e intolerante.
Aquário
Sociável, excêntrico, objetivo e nervoso.
Peixes
Gentil, sensível ,  imaginativo e suscetível a vícios.
Tabela 2-  Os 12 Signos do zodíaco e as palavras-chave


Calcule o seu mapa: http://somostodosum.ig.com.br/mapa/

sábado, 27 de agosto de 2016

AS 12 ESSÊNCIAS DOS FLORAIS DE BACH INDICADAS PARA OS 12 SIGNOS



O Dr. Edward Bach, inglês, nascido em 24 de setembro de 1886, em Moseley. Formou-se em medicina na University College Hospital, em Londres em 1912, e ganhou títulos de Bacteriologista e Patologista em 1913 e diploma de Saúde Pública em 1914. Para o Dr. Bach o importante era tratar a personalidade e não a doença, e sua filosofia era baseada no pensamento que a doença é resultado do conflito da alma. O conceito de saúde utilizado por Dr.Bach era: harmonia, integração, individualidade e integridade. O objetivo é tratar sempre a pessoa, e não a doença. Ele dizia que a origem das doenças são os sete defeitos do homem: orgulho, crueldade, ódio, egoísmo, ignorância, instabilidade mental e cobiça / gula. Dizia também que os sete caminhos para o equilíbrio emocional são: paz, esperança, alegria, fé, certeza, sabedoria e amor.

Para harmonizar  as fraquezas de cada signo segue a indicação do uso das essências do floral de Bach.

ÁRIES: conhecido por seu imediatismo, nunca tem paciência de deixar as coisas acontecerem. Impulsivo e cheio de iniciativa, não admite depender dos outros para fazer algo.
Tomar a essência impatiens  o conectará com a calma e paciência.
Mensagem: Conviva em harmonia com os outros, agindo com gentileza, paz e calma.


TOURO: Sempre em busca de segurança material, grande apreciador dos confortos e da boa mesa. Fica totalmente perdido quando algo não sai como planejou.  A essência floral Gentian é indicado para manter a autoconfiança ajudando a superar os desafios. É a essência que resgata a fé.
Mensagem: Eu serei bem sucedido!


GÊMEOS: Um signo do elemento ar, traz  para seus nativos certa dualidade. Capaz de mudar de idéia a cada instante. O caminho então é cuidar desta ¨dispersão¨ o uso da essência  floral Cerato contribuirá para que consiga fazer escolhas com firmeza e manter-se nelas até o fim.
Mensagem: Encontre confiança em sua intuição e em suas decisões e a acredite em sua capacidade de julgar.

CÂNCER: Seu elemento água faz deste nativo um indivíduo muito mais preocupado com os outros do que consigo mesmo, esquecendo-se facilmente de si mesmo. Guardam, cultivam e remoem acontecimentos do passado, por isto a essência  floral  indicada é Clematis.
Mensagem: O futuro nasce do presente.


LEÃO: Entusiasmo, esta é palavra chave dos nativos deste signo, mas normalmente caminham por extremos indo da maior euforia à maior apatia. A essência  floral  indicado é o Vervian. Mensagem: Concilie opinião e entusiasmo com equilíbrio e limites.


VIRGEM: Extremamente perfeccionista e exigente, especialmente consigo mesmo. O caminho é buscar que não se cobre demais e nem se torne o chato e ¨cri-cri¨ apontando a todo instante os defeitos alheios,  para amenizar é indicado a essência floral  Centaury.


Mensagem: Mantenha a boa vontade sem se perder de si mesmo.


LIBRA: Seu símbolo é uma balança e nela pretende pesar os prós e contras cuidadosamente para não errar; o dilema surge sempre que uma escolha precisa ser feita. Isto muitas vezes implica em sérias dificuldades de optar por algo, sendo assim a essência  floral é o Scleranthus.
Mensagem: Ganhe equilíbrio, determinação e confiança para enfrentar dilemas. Escolha com rapidez e aproveite as oportunidades.


ESCORPIÃO: Envolvente, sensual e apaixonado entrega-se de corpo e alma quando quer conquistar, mas também é passional e gosta de controlar os passos do parceiro. A essência  floral Chicory lhe trará maior autoconfiança, sendo desnecessário pegar no pé da pessoa amada.
Mensagem: Amor incondicional de verdade, com respeito e solidariedade.


SAGITÁRIO: Agrimony é a essência floral de Sagitário. Para pessoas joviais, alegres e corajosas, que detestam conflitos e discussões. Elas escondem sua tristeza, medo e preocupações sob uma máscara de felicidade. Esta essência deixará mais claro o que acontece dentro de si.
Mensagem: O mundo conspira a seu favor quando você é verdadeiro consigo mesmo e com os outros.


CAPRICÓRNIO: Com seu foco quase 100% ligado a sua parte profissional não mede esforços para concretizar sucesso nesta área, Divertir-se? Descansar? Pra que? Então seu floral é o Mimulus que lhe ajudará a relaxar, descontrair-se e viver sem tantas cobranças.
Mensagem: Tenha coragem para enfrentar seus problemas com serenidade e tranqüilidade. Defenda-se e controle suas emoções, curtindo a vida.


AQUÁRIO: Totalmente ¨antenadas¨ com o futuro, com as novas tecnologias, com novas idéias e conceitos, muitas vezes não conseguem compreender o ritmo das pessoas a sua volta e irritam-se com quem não compartilha suas idéias. A essência floral  para você é Water Violet.
Mensagem: Incluir-se na humanidade permite amar, compartilhar conhecimentos e sonhos. Conquiste amigos verdadeiros, calma e sabedoria.


PEIXES: Delicados, sensível, têm uma grande preocupação com as questões da humanidade. A questão ¨pega¨ quando precisa cuidar de questões práticas, do dia-a-dia ou então quando precisa procurar soluções para seus próprios problemas, sente-se totalmente incapaz. Sendo assim a essência  floral é Rock Rose.
Mensagem: Passe a ter uma coragem firme, enfrente seus medos de maneira heróica, eleve seus ideais e expresse muita alegria.


Sugestão de leitura A Astrologia e os Remédios Florais do Dr. Bach - Os Doze Remédios do Zodíaco - Peter Damian (pdf)

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Ajuda para ser ajudado!


Recebi este texto e não sei quem é o seu autor, quem souber me envie um e-mail, para colocar os créditos. Estou compartilhando uma vez que, de certo modo a carapuça me caiu sobre medida. Eu estou aprendendo a parar com a mania de querer está sempre ajudando, quem de fato não merece, e não reconhece a ajuda.
“Em um dia de tempestade, um padre estava em sua igreja temendo que tudo fosse alagado. Então, começou a rezar e a pedir: “Deus, por favor, me ajude! Não me deixe morrer se ocorrer uma enchente… O Senhor bem sabe que eu não sei nadar!”.
Um pouco depois, dois homens apareceram num carro e um deles pergunta:

– Padre, quer uma carona? Acho que vai alagar tudo por aqui!
– Não, meu filho, obrigado… Deus vai me salvar! Responde ele.


A chuva começou a aumentar e o padre, confiante, permaneceu no mesmo lugar.
Um pouco mais tarde, quando já estava quase tudo alagado, um homem apareceu com uma lancha, e falou para o padre:

– Padre, vamos sair daqui! Está tudo alagado, e o senhor pode até morrer!
– Não, meu filho, ficarei aqui. Deus vai me salvar – Responde o padre insistentemente.


A chuva não parava. O padre resolveu ir até o telhado da igreja e viu um helicóptero de resgate. O piloto gritou:

– Ei padre, venha rápido! A igreja vai desmoronar com a enchente! Mas o padre, muito confiante, respondeu-lhe:
– Não, ficarei, meu filho. Vá, pois Deus irá me salvar!


A enchente aumentou, a igreja desmoronou e o padre morreu. Quando o padre chegou ao céu, deu de cara com Deus, e Lhe perguntou:
– Meu Senhor, por que não me salvastes?


E Deus respondeu:
– Meu filho, eu tentei! Mandei homens te buscar de carro. Depois, mandei um homem de barco, e por fim, mandei até um helicóptero, e você não quis ser salvo.”

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Mapa Natal: Uma Ferramenta de Auxílio a Evolução


Hoje venho falar um pouco mais sobre astrologia, plano astral e evolução. Muitos astrólogos, inclusive eu, seguem oficio da astrologia- estudo e análise do Mapa Natal acompanhado de algumas teorias ou escolas mais específicas deste conhecimento.  Particularmente eu agrego a teoria da reencarnação, sou da opinião que esses dois assuntos se casam perfeitamente.  " Diz o mestre Saint Germain , a nossa personalidade alma está em constante elo de transformação, aprimoramento moral e espiritual aqui na terra. Portando devemos tomar consciência de nossas escolhas e suas consequências, pois não somos totalmente livres como pensamos."  Façamos a seguinte reflexão :

1º- No plano material, quando estamos diante de processos decisórios, seja qual for, sofremos intervenções das influências cósmicas e espirituais. Ou do plano astral. Cada ação impacta numa reação.
2º- Nosso destino é traçado: Há algumas situações que podem ser transformadas, modificadas, pelo conhecimento tácito, científico, filosófico e outras nem tanto como gostaríamos. Quem nunca foi impelido a fazer algo e depois pensou: - Por que eu fiz isso!
3º -O Mapa Natal, pode sinalizar vocações, profissões, saúde, comportamentos e até frisar os ciclos de nossas escolhas. Deve ser visto como uma ferramenta de auxílio à evolução.

As escolhas...

Somos a energia espiritual de nossas emoções e das experiências das nossas vidas passadas. Portando podemos trazer a este mundo, a este plano, dívidas, merecimentos, aptidões, talentos e outras energias que moldam o nosso caráter, constrói a nossa personalidade-alma.
As nossas escolhas nascem de uma força interior muito forte, os nossos desejos. E os nossos desejos vem do cerne, da nossa essência espiritual. Portanto somos impelidos, por uma força maior, que existe dentro da gente e que sempre nos direciona.

Por exemplo; desde pequena a criança pode sentir atração por uma profissão, ou demonstrar algum talento para arte que até então sua família não o tenha. Dizem os mestres cósmicos que o nosso erro é que não aceitamos que existe um plano divino, arquitetado. Por estarmos em evolução no plano material, no mundo denso, somos resistentes em reconhecer que existem outros planos mais elevados, que existe o plano astral bem como as suas forças cósmicas de atração e repulsão operantes.

O mapa natal deve ser visto como uma ferramenta de grande auxílio, para revelar a construção de um pleno desenvolvimento espiritual e material. Uma vez que nos direciona para escolhas mais pertinentes a nossa verdadeira essência que é espiritual.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

O fechamento de um ciclo é sempre uma oportunidade de renascimento interior.

Psicóloga Soraya Rodrigues de Aragão

Geralmente nos sentimos propensos ou motivados a realizar mudanças significativas em nossas vidas quando estamos insatisfeitos ou quando as condições em que vivemos não correspondem mais as nossas expectativas.

Não há necessidade de datas para nos renovarmos. Tem certos momentos na vida que por si mesmos são verdadeiros marcadores que sinalizam o fechamento de um ciclo, quer aceitemos ou não.

Muitas vezes, a vida não convida, mas intima a atualizações necessárias para nosso próprio progresso, enviando-nos sinais que muitas vezes recusamos admitir e que tem um propósito maior: passar para uma etapa seguinte. Não estamos atentos a estas leituras ambientais ou simplesmente as ignoramos, pois não nos interessa sair de nossa comodidade, da nossa zona de conforto, mesmo que deteriorada. Estamos ali, agarrados a qualquer custo. “Precisamos nos desvencilhar do que se deteriorou, seguir adiante e confiar na generosidade da vida.”

Quando a vida nos sinaliza que um ciclo está se fechando, aceite o fato e aproveite para renovar suas esperanças, oportunizando-se a gestar novos propósitos e projetos de vida. 

Quando um ciclo se fecha, é porque necessitamos realizar algum aprendizado naquele contexto, para passarmos para a etapa seguinte. Nada é definitivo, muito menos de nossa propriedade. Acreditamos que coisas e pessoas são nossas. Na vida não existem garantias, nem datas de validade.

Que possamos olhar os problemas como desafios, a dor como meio de aprendizado, as mudanças como oportunidade de transformação, a insatisfação como eterna busca. Todo processo pode ser fácil ou difícil, penoso ou desafiador, de possibilidades e aprimoramentos. Depende de como você percebe cada acontecimento. E com o fechamento de ciclos não é diferente, pois ele nos oportuniza uma nova vida.

Bem vindos à renovação.

quarta-feira, 2 de março de 2016

OM MANI PADME HUM


Hoje quero simplesmente compartilhar este mantra transformador.  É preciso que você pare o que estiver fazendo neste exato momento e escute apenas este mantra enquanto deixa a sua mente se expandir. Procure não pensar em mais nada.

O significado do mantra busquei numa pesquisa na internet, no  Wikipédia, a enciclopédia livre.  Não importa qual seja a sua religião, suas crenças, neste momento tente desapegar de tudo, apenas deixe-se levar pela energia transformadora.





  • Om fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos deuses. O sofrimento do reino dos deuses surge da previsão da própria queda do reino dos deuses (isto é, de morrerem e renascerem em reinos inferiores). Este sofrimento vem do orgulho.
  • Ma fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos deuses guerreiros (sânsc. asuras). O sofrimento dos asuras é a briga constante. Este sofrimento vem da inveja.
  • Ni fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino humano. O sofrimento dos humanos é o nascimento, a doença, a velhice e a morte. Este sofrimento vem do desejo.
  • Pad fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino animal. O sofrimento dos animais é o da estupidez, da rapina de um sobre o outro, de ser morto pelos homens para obterem carne, peles, etc; e de ser morto pelas feras por dever. Este sofrimento vem da ignorância.
  • Me fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos fantasmas famintos (sânsc. pretas). O sofrimento dos fantasmas famintos é o da fome e o da sede. Este sofrimento vem da ganância.
  • Hum fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino do inferno. O sofrimento dos infernos é o calor e o frio. Este sofrimento vem da raiva ou do ódio
  •  Fonte: Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.