quinta-feira, 27 de abril de 2017

Credo da Paz





F.R.C. Ralph M. Lewis*



Sou responsável pela guerra quando orgulhosamente uso minha inteligência em detrimento de meus semelhantes.

Sou culpado da guerra quando desvirtuo as opiniões alheias que diferem das minhas.

Sou culpado da guerra quando demonstro indiferença pelos direitos e bens de outrem.

Sou culpado da guerra quando ajo de modo a manter a superioridade de minha posição privando os outros de sua oportunidade de progresso.

Sou culpado da guerra quando creio que uma herança me dá direito de monopolizar os recursos da natureza.

Sou culpado da guerra quando creio que os outros devem prensar e viver como eu o faço.

Sou culpado da guerra quando eu considero o sucesso o sucesso na vida unicamente como o caminho para o poder, a fama e a riqueza.

Sou culpado da guerra quando penso que, para convencer, vale mais a força que a razão.

Sou culpado da guerra quando acho que minha concepção de Deus é a que os outros devem aceitar.

Sou culpado da guerra quando penso que o país onde um homem nasce deve necessariamente ser o lugar onde ele tem que viver.


*Saiba mais sobre  o frater rosacuz Ralph M. Lewis ( 1904-1987)

Fonte: Wikipedia

F.R.C. Ralph Maxwell Lewis (14 de Fevereiro de 1904 - 12 de Janeiro de 1987), famoso Rosacruz, escritor, místico; deu seqüência à obra do pai, Harvey Spencer Lewis, sendo o segundo Imperator da Ordem Rosacruz – AMORC (Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis) para a Jurisdição Internacional das Américas, Comunidade Britânica de Nações, França, Alemanha, Holanda, Suíça, Suécia e África deste segundo Ciclo Iniciático no Ocidente, de 1939 à 1987. Na Fédération Universelle des Ordres et Sociétés Initiatiques, FUDOSI, ele era conhecido com o nome místico de Sâr Validivar.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

AMETISTA A PEDRA DA TRANSMUTAÇÃO



Nesta era de Aquário, torna-se necessário a prática diária da meditação com a mentalização da cor violeta/púrpura. Para os que ainda desconhecem, a cor violeta faz parte do raio da transformação, da mudança e promove a elevação da consciência.
Violeta e púrpura são oitavas do mesmo raio, estando relacionada as constelações de Aquário e Peixes.   O cristal ametista prove total sintonia com as energias de cura e de transformação.
Se usada no terceiro olho, ou no sexto chacra durante o processo de meditação ou sessão de reiki, sua energia abre a visão interior, equilibra a ansiedade e ajuda no combate da insônia.
Essa é uma prática bem simples, basta apenas que tenha uma pedra de ametista. Você deverá colocá-la no ponto do seu terceiro olho, que fica entre as sobrancelhas. Esta prática pode ser feita todas noites ao deitar, ou durante as suas sessões de reiki.
Neste último caso recomenda-se que o cliente traga de casa a sua pedra já energizada pela luz solar. O processo de limpeza e energização dos cristais é bem simples: uma mistura de uma colher de chá de sal marinho e a mesma medida de bicarbonato de sódio misture no copo com água e banhe o cristal por alguns minutos, retire e lave em água corrente e deixe recarregar om a luz solar   e também lunar.
Quando você coloca o cristal no terceiro olho, você ativa a energia deste ponto, que estimula a glândula pituitária, que auxilia no processo da vitalidade física. Na tradição milenar chinesa, ao massagear este ponto com dedo indicador e fazendo uma leve pressão é possível aliviar as tensões nervosas, dores de cabeça, ansiedade e fadiga.


Até próxima postagem.

domingo, 18 de dezembro de 2016

MAPA ASTRAL E AS ENERGIAS CÓSMICAS

Por Randler Michel

A natureza espiritual do ser humano é dupla. Por um lado, é animada por uma alma, cuja a origem é: emanação da Alma Universal. Sendo absolutamente pura e perfeita. Por outro lado há a personalidade-alma que evolui gradualmente em cada reencarnação para o estado de pureza e perfeição moral.
Na hora do nascimento, a personalidade-alma se funde sob o efeito da atração mútua da energia material gerada;  o copo físico que lhe servirá de abrigo, para o novo estágio rumo à perfeição moral.
O momento do nascimento dá-se quando se inspira o ar, juntamente com os pranas ( a energia vital) e  recebe pelos chakras  as energias cósmicas.
É preciso informar que tudo no universo é energia em movimento.  Na Índia há mais 5.000 anos já mencionavam sobre a energia vital chamada de Prana. Na China mais conhecida como Ch’i, formada por duas forças uma positiva e outra negativa; o Yin e o Yang; Na tradição da Cabala, ficou conhecida como Luz Astral.
Ter o registro exato do momento do nascimento ( horas, minutos e segundos)  é muito importante para os astrólogos uma vez que;  de posse destes dados , somados aos demais como: o país,  estado, cidade ou local de nascimento permite  o levantamento e delineamento do Mapa Natal ou Mapa Astral como é mundialmente conhecido. Porém as interpretações tradicionalmente seguem à luz da simbologia, da mitologia e da psicologia.  São raros os astrólogos  que somam-se à visão do ponto de vista da influência cósmica e vibracional.

Para o astrólogo que segue a escola de astrologia mais espiritualista, como a astrologia cármica, leva-se em consideração a teoria das influências cósmicas bem como sua atuação direta no corpo astral.
Mesmo a personalidade-alma ( a pessoa) tendo a todo e qualquer momento o seu livre-arbítrio é importante frisar que não está livre das influências cósmicas.
As influências cósmicas ( vibrações) dos signos zodiacais e planetas  inter-relacionam com o corpo físico, psíquico e espiritual. Influenciam muito o estilo de vida, comportamento, temperamento e até as escolhas.
A porta de entrada destas vibrações são os chakras, presentes no corpo astral e nos demais corpos de energia.  Quando a energia cósmica penetra nos chacras é direcionada para glândulas presentes no copo físico e estas são responsáveis por todo processo de desenvolvimento saudável, equilíbrio, humor e no temperamento.

Neste espaço, desde 2007 tenho abordado diferentes pontos de vistas sobre a luz da astrologia mais espiritualista e focada na evolução e expansão da consciência, além de estudos sobre os corpos de energia e dos chakras.

Paz Profunda !

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

O KARMA


Por Randler Michel

Mais uma vez venho utilizar este espaço para elucidar sobre o karma que também pode ser escrito desta forma:  carma. A palavra o Karma significa ação, tendo a sua origem do sânscrito (antiga língua sagrada da Índia).   O karma é gerado pelo impulso no nosso pensamento. Sendo que as tendências e impressões passadas produziram os atuais padrões do nosso pensamento e da  nossa realidade.
O que pensamos e fazemos no agora cria a nossa matriz de energia que servirá de base para os nossos futuros pensamentos e atos. Tudo começa pelo pensamento, primeiro pensamos e depois agimos. O pensamento é por extensão, as emoções e atitudes.
A tradição espiritual diz que o karma é a raiz de toda ação, seja ela executada intencionalmente ou não.  É uma energia em ação, sendo inerente tanto à causa como ao efeito.
"Semeie um pensamento, colha um desejo; semeie um desejo, colha uma ação; semeie uma ação ; colha um hábito; semeie hábito; colha um traço de caráter; semeie um traço de caráter, colha um destino; sendo o destino a consequência, o karma." ( Lade, Arnie 1998).
Logo; toda e qualquer personalidade alma carrega dentro de si, o karma de vidas regressas  e molda com pensamentos o destino futuro, o seu karma.
O que precisamos aprender é controlar nossos pensamentos e desejos. Temos que aprender a falar não para aqueles  pensamentos e desejos que não sejam auspiciosos.

De onde surgem os nossos pensamentos?

As memórias de nossas vidas regressas  permanecem no nosso campo vibracional, ou corpos espirituais.  Trata-se  de uma questão de  difícil aceitação, uma  vez que o seu estudo não faz parte da cultura ocidental. A maioria das pessoas não  creem  que possuem a personalidade alma atrelada ao seu copo físico e  que  apenas existe o seu corpo físico. Concentram-se os pensamentos e seus desejos na valorização do ter, e não no ser, ou em ser uma pessoa melhor. Donos de uma visão restrita da matéria, o tridimensional. São poucos que conseguem perceber a matéria como  energia em ação e como parte integrante deste processo.
O karma é algo que acontece exclusivamente no plano da Terra,- no laboratório da “escola”  deste sistema solar. Logo os atos praticados neste mundo tridimensional também acarretam uma reação in loco. Colhemos aqui o que aqui plantamos!
Trata-se e uma lei imutável, a que toda personalidade alma está sujeita; em boa parte predestinada mediante aos nossos pensamentos, atos, emoções e posturas mentais de vidas passadas.
Vigiai vossos pensamentos, analise-vos, tal como vossas ações, a fim de manter-se num ciclo auspicioso de paz profunda!


*Arnie Lade- Energia Vital- Novos conceitos de cura- Cultrix- São Paulo. 1998

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

MEDITANDO NA CÂMARA SECRETA DO TEU CORAÇÃO

Quando entramos em estado de prece, oração ou meditação, penetramos na câmara secreta do nosso coração.  E essa câmara secreta é a  nossa fonte de poder e de cura interior. Jesus falou sobre entrar nesta câmara secreta, Jesus disse: “Mas tu quando orares entra no seu aposento, e , fechando a tua porta ora a teu Pai que está em secreto. E teu Pai que vê secretamente, te recompensará. " Mateus 6.6

A proposta de evolução da alma na Terra é ampliar a maestria pessoal, equilibrar o carma e cumprir a missão terrena para que possamos retornar para as dimensões espirituais que são o nosso lar verdadeiro. Tornamos mestre ascenso quando a nossa alma se liberta dos carmas e volta a Deus.

Agora o convido para entrar  no silêncio do seu coração, dentro do seu templo, escute essa música enquanto conversa com o Deus de seu coração e compreensão. Eu lhe desejo a Paz Profunda!





MEDITAÇÃO COM A CHAMA VIOLETA

Vivenciamos um momento de transição da energia da terra e da nossa energia pessoal de modo intenso. Estamos em plena “dores do parto” , da Era de Aquário, onde uma grande limpeza se torna necessário.  Em Sânscrito, vivenciamos a ultima era, a Kali Yuga. Sendo a pior das quatro eras,  caracterizada pelo conflito, pela discórdia e pela deterioração moral. Observe os acontecimentos e fatos do nosso país e do mundo.
Meditação da Chama Violeta para libertação das energias negativas. Purificação transmutação e diminuição da ansiedade.

Prepare o ambiente:

Pratique essa medição por 7 dias de preferência no mesmo horário. Utilize no ambiente uma drusa de ametista ou pequenos pedaços de  cristais de ametista. Lave as mãos e beba um copo água antes de deitar e praticar essa meditação. Use óleo essencial de lavanda ou utilize borrifadores de ambiente com essência de lavanda.




EU DIVINO


O Primeiro plano da Imagem do Eu Divino  é representado pela simbologia  da figura superior. Trata-se de presença do Eu Sou. A presença individualizada para cada filho e filha do Altíssimo.  A  Mônada Divina consiste da Presença do Eu Sou circundada pelas esferas( anéis coloridos) de luz que compõem o corpo da  Causa Primordial ou Corpo Causal.
Na figura mediana, ou do meio trata-se da imagem do Mediador entre Deus e o Homem, chamado de Santo Cristo Pessoal, o Eu verdadeiro ou a consciência de Cristo. Também chamado de  Corpo Mental Superior ou Consciência Superior. Este Mestre Interior cobre com a sua sombra ou o eu inferior, que consiste na alma em evolução nos quatro planos da Matéria, usando os veículos dos quatro corpos inferiores- o corpo etérico ( ou da memória) o corpo mental, o corpo emocional ( desejos) o corpo físico-para equilibrar o carma e cumprir o plano divino.
A figura inferior é circundada por um tubo de luz, projetado do coração da Presença do Eu Sou em resposta a seu chamado. É um cilindro de luz branca que sustenta um campo de força de proteção 24 horas por dia, enquanto pudermos mantê-lo em harmonia.
Juntas essas três figuras que compõem a imagem do Eu Divino, correspondem à Trindade do Pai que sempre inclui a Mãe ( a figura superior), o Filho ( a figura do meio) e o Espirito do Santo ( a figura inferior). Sendo este último o templo destinado ao Espírito Santo cujo o fogo sagrado é representado pela Chama Violeta que o envolve.  Como estamos em desenvolvimento espiritual e moral somos representados como a imagem da figura  inferior, discípulos na Senda. O cordão de prata é o fluxo de vida, ou “corrente de vida” que desce do coração da Presença do Eu Sou para o Santo Cristo Pessoal, afim  de nutrir e sustentar (através dos Chakras) a alma e seus veículos de expressão no tempo e no espaço. Por meio deste cordão que a energia flui, entrando no ser pela coroa, bem como mantendo a pulsação da Chama Trina, o batimento cardíaco.

A Chama Trina da vida é a centelha divina enviada pela Presença do Eu Sou; como dádiva da vida, da consciência e do livre-arbítrio. Sendo selada na câmara secreta do coração para que através do poder do amor, da sabedoria e da divindade possam ser ancorados, trazendo ao homem o caminho da cura e da maestria cósmica. 

Texto adaptado da autora Elizabeth Clare Prophet  do  Livro Preveja Seu Futuro, Compreenda os ciclos do relógio cósmico. Editora Nova Era.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

O TEMPERAMENTO REVELADO PELO MAPA NATAL




Através do Mapa Natal é possível ter revelações sobre as tendências de temperamento e saúde?  

O filósofo Empédocles e o médico Hipócrates são considerados os percursores  do estudo da teoria dos quatro elementos:terra, fogo, ar e água e sua relação com os temperamentos e a saúde. Não se pode descartar, que ambos desenvolveram este conhecimento por meio do estudo da astrologia já que no passado, e bota passado nesta história , todo bom médico dominava o conhecimento da astrologia e do tratamento com as ervas.  O fato é que o tema é bem interessante.
Nascido em Aeragas, na Magna Grécia (atual Sicília, Itália), no ano de 490 a.C., Empédocles teve um papel preponderante na política defendendo o sistema democrático e ajudando os menos favorecidos.
Ainda que não tenha feito parte de nenhuma escola filosófica, Empédocles se aproximou da Escola Jônica, a primeira escola filosófica grega.
No entanto, ele difere dos primeiros filósofos os quais tentavam compreender a natureza elegendo somente um elemento primordial.
Ou seja, para Empédocles, a origem do universo somente poderia ser explica pela união de vários elementos.
Assim, segundo ele, os elementos primordiais e indestrutíveis que geram todas as coisas são o fogo, a água, o ar e a terra.
Na teoria do filósofo cunhado de “Teoria dos Quatro Elementos”, esses elementos seriam misturados de acordo com dois princípios universais opostos: o amor (philia), que leva a harmonização; e o ódio (nekos), associado com a separação.
Assim, o amor seria responsável pela força de atração, enquanto o ódio, pela força de repulsão. Essas duas forças cíclicas, antagônicas e cósmicas geradas pelos dois princípios revelariam toda a realidade e as coisas existentes no mundo.

Não há registros que Empédocles tenha sido um estudioso da astrologia, o que há são especulações.

Uma das formas de análise mais tradicional do Mapa Natal dá-se através do estudo da importância destes mesmos elementos que segundo a tradição fazem parte da nossa consciência, essência e constituição temperamental.

O elemento fogo ( temperamento bilioso ou colérico): Áries, Leão e Sagitário;
O elemento terra ( temperamento nervoso ou melancólico): Touro, Virgem e Capricórnio;
O elemento ar ( temperamento sanguíneo): Gêmeos, Libra e Aquário;
O elemento água ( temperamento linfático ou fleumático ): Câncer, Escorpião e Peixes.

Estes elementos segundo a astrologia influenciam no nosso padrão de comportamento;

O elemento fogo é associado à intuição: o saber ou deduzir inconscientemente  de onde vem o objeto percebido ou como ele evoluirá mais adiante.
O elemento terra é associado à sensação: perceber o objeto como tal e ver como se apresenta: por exemplo: duro, áspero, quente, fio e etc.
O elemento ar é associado ao pensamento: perguntar o que é realmente o objeto percebido e como ele pode ser incorporado da referência existente.
O elemento água é associado ao sentimento; experimentar o que o objeto percebido desperta na forma de desejo ou aversão e consequentemente, aceita-lo ou não. Por exemplo, o que estou vendo é agradável ou não, é satisfatório ou não.

Hipócrates, 460 a.C. médico considerado como “ Pai da Medicina” classificava os seus pacientes em quatro tipos:  sanguíneo, fleumático (linfático), colérico ( bilioso) e melancólico ( nervoso) . Cada um dos quais apresentava uma hipertrofia ou desenvolvimento excessivo de um sistema ou função.  Para Hipócrates nossos estados fisiológicos estão estreitamente relacionados com o comportamento. Este estudo  tornou-se conhecido como a teoria humoral, baseando-se nos fluídos do nosso organismo.  Sangue, bílis e fleugma ( catarro).

A renomada astróloga Huguette Hirsing, no seu livro Astrologia Médica, A saúde e a doença reveladas no mapa natal- Editora Agora. Ensina através de cálculo como fazer o diagnóstico do nosso temperamento.
Geralmente os programas mais modernos de astrologia já informam estas pontuações.


Pontos / Planetas no mapa
Pontuação
Ascendente
4
Sol
3
Lua
3
Mercúrio
2
Vênus
2
Marte
2
Júpiter
2
Saturno
2
Urano
1
Netuno
1
Plutão
1

O cálculo do temperamento se faz somando os pontos segundo os signos zodiacais nos quais se encontram os planetas.
Simplificando: de posse do seu mapa natal, você deverá anotar:

Quais planetas estão no signo de: fogo, terra, ar e água.

Exemplo:

Planetas Nos Signos de:
Planetas e pontos equivalentes
Signos de fogo
Netuno-1;
Signos de terra
Sol-3,Vênus-2, Ascendente-4 = 9
Signos de ar
Lua-3,Saturno-2, Júpiter-2, Mercúrio-2 = 9
Signos de água
Marte-2, Plutão-1, Urano-1= 4


Neste exemplo a predominância  da maior soma de pontos está no signos de terra ( temperamento nervoso) e no signos de ar ( temperamento sanguíneo);  neste exemplo informa que o nativo tem o temperamento nervoso-sanguíneo.

A combinação Fogo-AR ( bilioso- sanguíneo): tendência ser mais hiperativo, expõe a febres e problemas congestivos. Há tendência para estafar, a queimar mais calorias e se desgastar mais rápido.
A combinação Fogo- Terra ( bilioso-nervoso): tendência  a ter um natureza ativa e perseverante mas frequentemente inquieta, que terá portanto a necessidade de funcionar normalmente com hábitos alimentares fixos e regulares. Existe a necessidade de sentir amado e apreciado, sem o que haverá um ressentimento afetivo que se refletirá no físico.
A combinação Fogo- Água ( bilioso – linfático): tendência a uma forma de alternância entre a hiperatividade e indolência. Dito  de outro modo, começam-se coisas que nunca são terminadas! Todo o sistema linfático, o fígado, a vesícula e o pâncreas ficarão expostos a problemas digestórios.
A combinação Terra- AR ( nervoso- sanguíneo ):  não predispõe a esta mesma moleza: termina-se bem o que se começa, mas à custa de um trabalho sob tensão e em estado de crispação. As consequências são nervosismo, alterações gastrointestinais, e vias respiratórias caso não se tenha o cuidado de aprender a relaxar.
A combinação Ar- Água ( sanguíneo – linfático) ocasionará uma alternância entre as reações vivas e rápidas e uma grande apatia. O individuo se cansa rápido, mas também se recupera rápido.
A combinação Terra- Água ( nervoso- linfático) indica um indivíduo  que trabalha sob tensão nervosa, frequentemente encrespado, mas que sabe relaxar: entrega-se inteiramente ao que faz, tanto no trabalho quanto no repouso. Imaginativo,  e geralmente confunde a sua excessiva inquietação com problemas reais de saúde.

Carência de elementos (planetas):

Tanto o excesso, a falta de planetas em um elemento predispõe a certos males:

Carência de planetas nos signos de fogo: dificuldades, lentidão do funcionamento da vesícula biliar e do fígado.

Carência de planetas nos signos de terra:  falta de resistência nervosa, grande propensão à fadiga.

Carência de planetas nos signos de ar: tendência a problemas respiratórios ( prevenir) atenção para problemas circulatórios.

Carência de planetas nos signos de água:  predispõe a insônia e tendências para agitações, deve aprender a relaxar mais.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

O HOMEM COMO SER DUAL


Dualismo é um conceito religioso e filosófico que admite a coexistência de dois princípios necessários, de duas posições ou de duas realidades contrárias entre si, como o espírito e matériao corpo e a almao bem e o mal, e que estejam um e outro em eterno conflito.
São por excelência doutrinas dualistas aquelas que tentam explicar metafisicamente o universo através de dois princípios irredutíveis entre si.
O dualismo distinguiu-se do monismo, particularmente no século XVIII porque os filósofos monistas defendiam a existência de apenas uma substância, uma única realidade: matéria ou espírito. Os filósofos materialistas não admitem a existência do lado espiritual, da alma.

Descartes terá sido o primeiro filósofo a expor a existências de duas diferentes espécies de substâncias, espiritual (o espírito) e material (o corpo), com o cérebro estabelecendo ligação entre elas.

A dualidade na Astrologia:

O conceito filosófico da coexistência também está presente no conhecimento da astrologia. Os doze signos são analisados em dois grupos duais: positivo/negativo e masculino/ feminino. O último grupo não se refere ao gênero sexual frisam os astrólogos contemporâneos.  Tanto os nascidos no corpo físico de homem ou mulher, ambos possuem dentro de si, a dualidade do yin/yang, o ativo/ passivo, positivo/ negativo vibram em toda a nossa essência. Na mandala astrológica, no Mapa Natal, o signos são alternadamente , positivo e negativos, e tendo os signos opostos a mesma polaridade.

Signos de  polaridade positiva:  

Áries, Gêmeos, Leão, Libra, Sagitário e Aquário;    

Signos polaridade negativa:  

Touro, Câncer, Virgem, Escorpião, Capricórnio e Peixes.         

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

MEDITANDO COM AS DOZE VIRTUDES ZODIACAIS


A palavra “ virtude ” se origina do latim, que também é sinônimo de “potência” e significa força. No caminho do desenvolvimento, as chamadas “doze virtudes” estão incluídas nos ensinamentos esotéricos que podem ser praticados a cada mês do ano, acompanhando, portanto  o signo correspondente. Estes exercícios foram recomendados por Helena Blavatsky  e Rudolf Steiner conferiu ao estudo complementações.
Estudiosos recomendam a prática da meditação e reflexão  , trabalhando com  duas virtudes a cada mês. A reflexão e meditação irá despertar a consciência para  sintonia com padrões de energias  mais elevadas  e transformadora.

Período
Signo do zodíaco
Virtude
Virtude
22/03 a 21/04
Áries
      Devoção
Renúncia
22/04 a 21/05
Touro
Equanimidade
Progresso
22/05 a 21/06
Gêmeos
Perseverança
Fidelidade
22/06 a 21/07
Câncer
Altruísmo
Purificação
22/07 a 21/08
Leão
Compaixão
Liberdade
22/08 a 21/09
Virgem
Polidez
Cortesia
22/09 a 21/10
Libra
Satisfação
Serenidade
22/10 a 21/11
Escorpião
Paciência
Cognição
22/11 a 21/12
Sagitário
Controle da fala
Do pensamento
22/12 a 21/01
Capricórnio
Coragem
Redenção
22/01 a 21/02
Aquário
Discrição
Força meditativa
22/02 a 21/03
Peixes
Magnanimidade
 Grandeza do amor

Aqui irei contextualizar apenas algumas virtudes:
Segundo Rudolf Steiner, a falta de interesse, a admiração e a devoção  das pessoas  no mundo de hoje poderá se transformar em doenças para estas pessoas  em suas reencarnações posteriores.   Praticando a devoção, o agradecimento por tudo que nos acontece  aprende-se o valor agregado da renúncia.  No mundo materialista de hoje, o que significa sabermos renunciar a algo que talvez  tanto almejemos? Significa desistir desse algo com calma e sem rancor, raiva ou amargura.
A equanimidade ou equilíbrio interno poderá ser exercitado no plano do pensar, no sentido de aprendermos a pensar livres de preconceitos. Preconceitos, criam resistência para o progresso.
A persistência, a perseverança  são virtudes essenciais quando desejamos alcançar novos conhecimentos ou objetivos pessoais. 
O altruísmo significa volta-se para o outro ( lat. Alter ) Liberta-se do egoísmo e quando passamos a exercitar nas nossas relações pessoais o altruísmo e intensificamo-los, chegamos à compaixão; com-paixão sofrer junto com outro.

Hoje em dia muitos jovens rejeitam a polidez. O resultado é a grosseria que provém sempre de um sentido de superioridade intelectual e física em relação ao outro.  Boa parte das  pessoas hoje em dia  rejeitam a virtude da polidez, e  está tem sido a causa para muitos dos conflitos sociais. Falta de polidez, se traduz em falta de sensibilidade com outro, de ser mais empático.
Satisfação e serenidade.  Segundo os estudos de Rudolf Steiner, quando aceitamos o nosso destino, chegamos à satisfação interior.  Um exemplo simples de satisfação para os dias  atuais quando no Brasil temos mais de 13 milhões de pessoas desempregadas. Então para as pessoas que estão trabalhando, ao invés de queixarem deveriam agradecer. A  virtude da satisfação transformar o suor do teu trabalho em bênçãos!
 A paciência é a virtude que mundo atual necessita é importante para promover o desenvolvimento espiritual, e todo trabalho, toda relação com outro exige doses de paciência. Falta nos dias hoje a capacidade de saber o momento certo de ouvir  e o momento de falar ao próximo.
O que falta nos homens  é a virtude da grandeza do amor ao próximo.  Mesmo com tantas religiões e filosofias de vida  e espiritual apontando a necessidade do amor e do perdão como caminho da  salvação  para as almas , a  união espiritual , a paz profunda   tem permanecido distantes de muitos povos e nações. A magnanimidade ou grandeza da alma são as virtudes mais difíceis de alcançar pois exige o desprendimento das ilusões do plano material.

Para saber mais detalhes aconselho a leitura do Livro As Forças Zodiacais- Sua atuação na alma humana. Gudrun Burkhard- Antroposófica.